• Facebook
  • twitter
  • youtube

Governo leva “Ônibus Lilás” para atendimento de mulheres do Maranhão

Em 27/07/2017

As Unidades Móveis do Programa Mulher Viver sem Violência, mais conhecidas como Ônibus Lilás estão percorrendo várias comunidades rurais do estado levando serviços especializados da Rede de Atendimento às Mulheres em situação de violência no campo, na floresta e nas águas.

Diferente da Carreta Mulher Maranhense que atua na sede dos municípios levando ações de saúde, prevenção e cidadania. O Ônibus Lilás é direcionado às mulheres das comunidades mais distantes e historicamente excluídas do estado. Coordenado pela Secretaria de Estado da Mulher – Semu, o Ônibus atua em parceria com as prefeituras municipais e secretarias de estado levando palestras e oficinas sobre a Lei Maria da Penha e Feminicídio; Oficinas sobre o Uso do tempo e Autonomia Econômica para Mulheres e serviços de saúde. As unidades também integraram a Caravana Maranhão Quilombola do Governo do Estado.

Sobre o perfil das mulheres atendidas pelo Ônibus Lilás, a assessora Graciele Ferreira do Departamento de Políticas do trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres da Semu disse: “A maioria das mulheres são lavradoras, quebradeiras de coco e pescadoras. Elas tem suas roças de mandioca, feijão, arroz e milho para auxiliar no sustento de suas famílias e a principal fonte de renda é o Bolsa Família. O plantio da mandioca é para a produção de farinha que é comercializada, assim como parte da produção do azeite de babaçu”.

Nos dias 21 e 22 de julho a equipe da Semu levou o Ônibus Lilás ao município de São Bento para atender as mulheres das comunidades de Campinho e Olho D’Água dos Gomes, distantes cerca de 45km da sede. A notícia da presença da unidade móvel levou mulheres de outros povoados a participarem da ação. Elas vieram das comunidades de São José, Mata de Olímpio, Baixa Grande, Santa Maria, Rumo, Outeiro Paulo Macaco, Manival, Canta Galo, São Francisco, Cantanhede e Mocajubal.  Uma resposta positiva ao trabalho, segundo a Ouvidora da Mulher da Semu Leda Rego. “Isso mostra a carência dessas comunidades no acesso a serviços básicos, estamos aqui trazendo a política do Governo do Maranhão, que tem como marca cuidar das pessoas”.

Nos dias 24 e 25 de julho o Ônibus Lilás se deslocou para o município de Cajapió onde atendeu mulheres das comunidades de Pedreiras, Porto Seleção, Itapunhenga e Maria Pacu. Nas ações de saúde, como o exame papanicolau, o grande desafio é vencer o preconceito “Nós sabemos que o tipo de câncer que mais mata mulheres no Maranhão é o de colo do útero, nossas mulheres estão morrendo por medo e vergonha porque desconhecem a importância desse exame. Temos feito um trabalho de reeducação pra começar a reverter estatísticas”, disse Graciele Ferreira.

Muitas mulheres realizaram o exame pela primeira vez, como é o caso de Dona Raimunda Costa Santos, 80 anos, da Comunidade de Posto Seleção aposentada e Lavradora/ Quebradeira de Coco, “a vergonha e a falta de conhecimento faz com que a gente não faça”, disse.

MARIA DA CONCEIÇÃO MARTINS

Dona “Concita” líder comunitária

Dona Maria da Conceição Martins, mais conhecida como Concita, 68, lavradora, quilombola, benzedeira e parteira é umas das lideranças da comunidade de Posto Seleção deixou seu recado a todas as mulheres negras “Nós somos mulheres negras, batalhadoras, somos fortes, precisamos lutar pelos nossos direitos, não podemos ficar com medo da violência, se ficarmos de braços cruzados vamos perder. Temos que nos mobilizar e trabalhar pela nossa saúde e pelos nossos direitos”, disse a quilombola.

 

“Vamos aproveitar todos os espaços do ônibus para auxiliar as mulheres do município. Durante os três dias, teremos rodas de conversa sobre questões de gênero e violência contra a mulher,além dos atendimentos na área da Saúde, agricultura e Assistência, falou a coordenadora da Mulher de Cajapió, Rosa Maria Santos Filha.

Nesta etapa as ações do Ônibus Lilás estão voltadas para: Palestras Formativas, sobre as temáticas de Enfretamento a Violência contra as Mulheres e sobre Saúde Mulher; Embelezamento (corte de cabelo, manicure); Preventivo do câncer de colo uterino; Vacinação; Cadastramento e Recadastramento do Bolsa Família; Atendimento odontológico (restauração, extração e limpeza); Testes Rápidos (HIV, Hepatites e Sífilis); Testes de Glicemia e Aferição de Pressão Arterial, Vacinação contra o HPV (para meninos e meninas); BPC e cadastramento para emissão da Carteira do Idoso. Além dos serviços de orientação e cadastro da DAP (Declaração de Aptidão ao PRONAF), Orientações sobre Agricultura Familiar e Informações sobre Cursos (Sec. Municipal de Agricultura).

Nos dias 28 e 29.07 o Ônibus Lilás realizará atendimentos no município de São Vicente Férrer nas comunidades de Santa Rosa e Água Limpa. Nos dias 31.07 e 01.08 será a vez Tanque de Valença comunidade do município de Matinha

O Ônibus Lilás retorna à São Luís onde a equipe do Departamento de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres – DAE da Semu irá fechar novas parcerias para retomar a itinerância. “Realizamos um mapeamento de todas as áreas quilombolas do estado e também de marisqueiras, quebradeiras de coco e indígenas. Estamos incansáveis para cumprir nosso objetivo que é cobrir todo o estado levando o conhecimento das políticas para as mulheres e alternativas para que elas melhorem sua renda e com isso também tenham acesso a saúde”, finalizou a chefe do DAE Claudia Gouveia.

MULHERES NA PALESTRA MULHERES PALESTRA SERVIÇO DE CADASTRAMENTO VACINAÇÃO MENINAS VACINAÇÃO MULHERES

 

 

 

 

ATENDIMENTO NO ÔNIBUSOUVIDORA LEDARAIMUNDA COSTA DOS SANTOS

Endereço

Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n
Palácio Henrique de La Rocque – 2º Andar
Jardim Renascença – São Luís – MA
CEP: 65070-901

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta, das 13h às 19h

OUVIDORIA DA MULHER
(98) 98427-1002

(98) 98427-3681

De segunda à sexta, das 09h às 19h

Localização

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br