• Facebook
  • twitter
  • youtube

Mulheres em situação de prisão são tema de seminário

Em 16/03/2016

NUED

 

O Governo do Estado através da Secretaria de Estado da Mulher – Semu promoveu o Seminário “Dialogando sobre as Mulheres em Situação de Prisão”. O seminário faz parte das ações do programa do Governo Federal NuEd – Núcleo Educacional para Referência e Capacitação de Mulheres em situação de prisão pactuado pela Secretaria de Estado da Mulher e o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.

O Projeto NUED será realizado na Penitenciária Feminina de São Luís e na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz é um instrumento dentro da política de intersetorialidade do Governo do Estado que tem como objetivo assegurar o fortalecimento da cidadania e a garantia dos direitos da mulher em situação de prisão, promovendo o restabelecimento da autonomia social e econômica dessas mulheres, além de fortalecer seus valores morais, pessoais e éticos no processo de reinserção social.  8b6406e88fbda1778edeb709ae80addd

“Mesmo diante de um ato infracional esse tempo de pena não deve excluí-las nem invisibilizar essas mulheres. Elas estão privadas da liberdade não de seus direitos”, disse a Secretária da Mulher Laurinda Pinto.

Para o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – Sejap, Murilo Andrade as políticas de transversalidade do Governo Flávio Dino permitem essa integração entre as secretarias “pensar juntos, trabalhar em conjunto com os mesmos objetivos e a Secretaria da Mulher é uma grande parceira nossa e esse tipo de ação é sempre bem vinda”, disse.

Com a participação de um grupo de apenadas egressas do Presídio Feminino de São Luís o Seminário “Dialogando sobre as Mulheres em Situação de Prisão” se tornou um fórum de discussão das políticas para as mulheres apenadas no estado.

DSCN6269 (600x450)Para Maria da Conceição Saraiva Pacheco, que cumpre pena no Presídio Feminino há três anos e meio essas iniciativas fazem bem para quem está em situação de prisão, pois segundo ela as atividades deixam a mente ocupada “essas ações fazem com que a gente aprenda coisas novas e tenha oportunidade de mudar. Pra poder mostrar pra sociedade que nos mudamos. Quero mostrar para as pessoas lá fora e pra minha família que eu mudei. Pior é quem não tem essa oportunidade”, concluiu.

Participaram do Seminário representantes da sociedade civil organizada e de órgãos e secretarias estaduais e municipais, na mesa a Coordenadora da Mulher de São Luís Vânia Albuquerque; o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA Valdenio Nogueira; Elizângela Correia Cardoso, presidente da Fundação da Criança e do Adolescente; o Secretário Murilo Andrade de Oliveira – Sejap; o Secretário de Governo do Estado Antônio Nunes; Ana Carolina Sousa de Carvalho Nunes Presidente da Comissão de Política Criminal e Penitenciária; a Defensora Geral Pública do Estado Mariana Albano de Almeida.DSCN6311 (600x450)

 Sobre o NuEd

As mulheres atendidas receberão formação profissionalizante com o suporte de uma equipe multidisciplinar da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária que realizará atendimento psicossocial, jurídico e pedagógico.

No projeto também serão oferecidas consultorias nas áreas de segurança no trabalho, gestão empresarial/ empreendedorismo e comercialização e design de moda (oficina de corte e costura).

 

4bb098a2edeedde48b38bf9e0edfa321

b4d998a5c4be9885614f5efa810ef6bc

Endereço

Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n
Palácio Henrique de La Rocque – 2º Andar
Jardim Renascença – São Luís – MA
CEP: 65070-901

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta, das 13h às 19h

OUVIDORIA DA MULHER
(98) 98427-1002

(98) 98427-3681

De segunda à sexta, das 09h às 19h

Localização

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br