• Facebook
  • twitter
  • youtube

Patrulha Maria da Penha é implantada em Imperatriz

Em 23/10/2017

Com a presença da Secretária de Estado da Mulher, Terezinha Fernandes, a Policia Militar do Maranhão, o Comando de Policiamento de Área do Interior – 3 e o Comando de Segurança Comunitária, implantaram a Patrulha Maria da Penha na cidade de Imperatriz/MA.

A implantação é mais um compromisso do Governo do Estado do Maranhão, através da Secretária de Segurança Pública – Pacto pela Paz, em busca de uma ação efetiva no combate a violência doméstica e familiar contra a mulher. Na terça (17.10) os trabalhos iniciaram com o Seminário de implantação e qualificação da Patrulha Maria da Penha aos policiais militares que atuarão nesta atividade, bem como aos demais integrantes da Rede Amiga da Mulher da cidade.

Estiveram presentes a Secretaria da Mulher Terezinha Fernandes; a Deputada Valeria Macedo (Procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa); a Juíza da Vara Especializada da Mulher, Drª Ana Paula Silva Araújo; a Drª Aline Albuquerque, Promotora de Justiça da Defesa da  Mulher; a Comandante de Segurança Comunitária e Coordenadora Estadual da PMP, Coronel Augusta; a Delegada Sylvianne Tenório, Titular da Delegacia Especializada da Mulher);  o coronel Brito – comandante do  CPA-I/3; a major Edhyelem – comandante da Patrulha Maria da Penha em São Luís e a tenente Josmara que será a responsável pela Patrulha na cidade de Imperatriz.

SOBRE A PATRULHA MARIA DA PENHA

A Patrulha foi criada para dar apoio à mulher vítima de violência doméstica. São realizadas visitas periódicas às residências dessas mulheres, para verificar o cumprimento das medidas protetivas de urgência e reprimir atos de

Entre as medidas protetivas urgentes estabelecidas pela Lei Maria da Penha estão o afastamento do agressor do lar ou local de convivência com a vítima; proibição do agressor de se aproximar da vítima; proibição do agressor de contactar com a vítima, seus familiares e testemunhas por qualquer meio; obrigação do agressor de dar pensão alimentícia provisional ou alimentos provisórios; proteção do patrimônio, através de medidas como bloqueio de contas, indisposição de bens, restituição de bens indevidamente subtraídos pelo agressor, prestação de caução provisória, mediante depósito judicial, por perdas e danos materiais decorrentes da prática de violência doméstica, entre outras.

WhatsApp Image 2017-10-17 at 12.08.25 Entrega_VTR_ITZ ITZ_1 WhatsApp Image 2017-10-17 at 10.52.17 WhatsApp Image 2017-10-18 at 11.32.54 WhatsApp Image 2017-10-18 at 11.32.57WhatsApp Image 2017-10-17 at 12.09.24

Salvar

Endereço

Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n
Palácio Henrique de La Rocque – 2º Andar
Jardim Renascença – São Luís – MA
CEP: 65070-901

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta, das 13h às 19h

OUVIDORIA DA MULHER
(98) 98427-1002

(98) 98427-3681

De segunda à sexta, das 09h às 19h

Localização

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br