• Facebook
  • twitter
  • youtube

SEMU e UEMA realizam o I Seminário Estadual Perspectivas Interseccionais de Gênero no Maranhão

Em 28/08/2020

O evento aconteceu entre os dias 24 e 25 de agosto e contou com cerca de 278 participantes

Em alusão ao agosto Lilás, o Governo do Estado do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Mulher (SEMU), em parceria com Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), realizou entre os dias 24 e 25 de agosto, o I Seminário Estadual: Perspectivas Interseccionais de Gênero no Maranhão. O evento aconteceu através de uma plataforma virtual da Microsoft Teams, e contou com cerca de 278 participantes inscritos, entre eles, estudantes, pesquisadores, professores, gestoras municipais de políticas para as mulheres.

O mês de agosto simboliza para a luta das mulheres, um mês de profunda importância no combate e enfrentamento à violência de gênero. É  dedicado a um marco nos direitos das mulheres em situação de vulnerabilidade e violência doméstica, comemora-se o aniversário da  Lei Maria da Penha, considerada pela Organização das Nações Unidas- ONU, como uma das três melhores legislações do mundo no enfrentamento à violência contra as mulheres, e contribuindo significativamente na taxa de redução de feminicídio praticados, em muitas vezes dentro da própria residência da vítima. Nesse sentido, a lei acaba por trazer para o debate concepções de violência que extrapolam o âmbito da agressão física, orientando as mulheres à conscientização, a percepção, e em seguida, a recusa a situações de violência e subjugações.

O Brasil está no 5ª lugar dos países mais violentos do mundo quando se refere à violência contra mulheres. Pensando nisso a SEMU desenvolveu campanhas de sensibilização que têm como principal objetivo levar o acesso à informação, com foco principal nas formas de combate à violência contra a mulher.

O I Seminário Estadual teve como tema de abertura “Panoramas das Desigualdades: Violências que se agravam” com as palestrantes, Profª. Drª. Maria da Gloria Aquino (UFMA) e Danielle de Assunção (SEMU). Além dos minicursos: “Feminismo Negro, Interseccionalidades e Movimento Antirracista” ministrado por Profª. Drª. Francilene do Carmo Cardoso (UFMA) e a coordenadora de grupo feministas Marielle Franco; e “Violência de Gênero no Maranhão” com Profº. Drº. Thiago Allisson Cardoso de Jesus (UEMA), Profª. Drª. Neuzeli Maria de Almeida Pinto (UEMA) e a Profª. Marjorie Evelyn Maranhão Silva (UEMA). O evento encerrou com uma mesa de diálogo com Nayra Monteiro (SEMU), Maria Judith Guarara (SEMU) e Ana Claudia Pereira (ONU).

“Nessa primeira etapa nós contemplamos a necessidade de pensar o panorama das desigualdades de gênero que foram agravadas no período da pandemia. A escolha pela categoria interseccional é a busca por uma sistematização de diretrizes pra gente começar a pensar a democracia no Maranhão, através da capacidade de conhecer a diversidade do Estado.”, comentou a Secretaria Adjunta de Estado da Mulher, Judite Guajaja.

O Seminário é apenas o primeiro de muitos que estão por vir, debatendo vários temas, como a mulher com deficiência, mulheres trans, profissionais do sexo, indígenas, entre outros. Sua abordagem é ajudar as mulheres a romper o ciclo de violência, e de trazer maior visibilidade sobre o assunto para toda a sociedade.

Endereço

Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n
Palácio Henrique de La Rocque – 2º Andar
Jardim Renascença – São Luís – MA
CEP: 65070-901

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta, das 13h às 19h

OUVIDORIA DA MULHER
(98) 98427-1002

(98) 98427-3681

De segunda à sexta, das 09h às 19h

Localização

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br