• Facebook
  • twitter
  • youtube

Semu participa de Escutas Qualificadas com adolescentes em cumprimento de medidas sócio educativas

Em 16/08/2017

A Secretaria de Estado da Mulher  (SEMU), a Secretaria de Estado da Saúde  (SES), a Secretaria de Estado Extraordinária da Igualdade Racial  (SEIR) e a Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (FUNAC),  órgão vinculado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular  (SEDIHPOP), estão realizando Oficinas de Escutas Qualificadas sobre Saúde, com adolescentes em cumprimento de MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS DE PRIVAÇÃO DE LIBERDADE, nas  Unidades Masculina e Feminina de Imperatriz e São Luís, respectivamente. Nas Oficinas é utilizada uma metodologia que estimule a fala e respeite as diversas formas de expressão dos meninos e meninas.

No dia 02 de agosto de 2017, foi realizada Escuta Qualificada com adolescentes do Centro Socioeducativo da Região Tocantina – Unidade de Internação Masculina, localizada em Imperatriz. Os adolescentes expressaram diversas situações de acesso à saúde, desde o atendimento dentro da  Unidade até o preconceito e discriminação que vivenciam quando acessam a Rede de Serviços de Saúde da comunidade e do município. Diz um adolescente: “Nos tratam mal, por estarmos em cumprimento da Medida, e se a gente é negro, aumenta ainda mais a discriminação”.

As Escutas são uma oportunidade para que a população possa contribuir para a efetivação e melhoria das políticas públicas. No caso da saúde, estão sendo realizadas escutas territoriais em todo o estado e o resultado parcial mostra a necessidade de capacitação de profissionais de saúde para o cumprimento do que diz princípios e diretrizes do SUS – HUMANIZAÇÃO e EQUIDADE, o que gera mudanças nas atitudes de cuidar e acolher as pessoas e diminuir as desigualdades para que sejam tratadas a partir de suas diferentes e diversas necessidades.

O combate ao RACISMO INSTITUCIONAL presente nos serviços de Saúde. E ainda, adolescentes e jovens nessa situação concreta e temporária, têm o direito de retomada de suas rotinas e da vida em sociedade, e pela luta por felicidade. E quando retomam à sociedade de maneira correta, seu passado deixa de ser importante e se tornam capazes de desenvolverem todo seu potencial. E limita esse direito quando dizem: “Às vezes é melhor o médico vim à Unidade, do que a gente ir para o Posto de Saúde” disse uma interna.

No dia 18 de agosto, acontece a ESCUTA QUALIFICADA DE SAÚDE DA POPULAÇÃO NEGRA, ouvindo as meninas

Endereço

Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n
Palácio Henrique de La Rocque – 2º Andar
Jardim Renascença – São Luís – MA
CEP: 65070-901

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta, das 13h às 19h

OUVIDORIA DA MULHER
(98) 98427-1002

(98) 98427-3681

De segunda à sexta, das 09h às 19h

Localização

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br